O Bolsa-família é a junção de programas sociais criados por FHC e a Estabilização da Economia é OBRA DE ITAMAR E FHC.




Blogueiros Decentes

Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,

como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...

(Saint-Exupéry)



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Olhe à frente... HÁ MAIS!

Sabe...
Lembra aquele primeiro carro que você aprendeu a dirigir?
Você poderia (gostaria?) tê-lo hoje, para suas necessidades, viagens e uso diário?
Sabe aquele primeiro computador, ou o primeiro celular que você teve?
Você poderia (gostaria?) tê-los hoje, para seus contatos pessoais e profissionais?
Sabe aquele tênis, aquela roupa da moda, que você gostou muito?
Você poderia (gostaria?) tê-los hoje, para uso no cotidiano?
Então...
A vida é a mesma coisa.
Nosso contato com as pessoas é assim também (proporcionalmente, é claro).
Não jogamos fora as pessoas e nem as trocamos por outras, mas, de certa forma... devemos fazer isso, sim.
Haverá sempre um lugar no nosso Coração para as pessoas, para os momentos, objetos e lugares que foram benéficos, prazerosos e agradáveis na nossa vida, mas é necessário que sigamos em frente, olhando à frente.
Podemos (e devemos) olhar algumas vezes no retrovisor, é claro, mas apenas para rever rápidas imagens dos caminhos já percorridos, voltando imediatamente a olhar para frente.
Principalmente porque quando chegarmos ao nosso destino, vamos perceber que muitas dessas pessoas estarão lá. Lá na frente!
A vida é isso!
Cada um deve cumpre seu papel com seu esforço, sua coragem, sua energia e seu trabalho, de acordo com suas capacidades, talentos e lições, pois é assim que crescemos, aprendemos e evoluímos, mas ninguém deveria esquecer a sensibilidade.
Ninguém deveria esquecer que... HÁ MAIS!
Todos nós...
bebês, crianças que já foram bebês, adolescentes que já foram crianças, gente madura que já foi adolescente, idosos que já foram maduros e passageiros de uma viagem que (erradamente) não programamos, deveríamos ter a consciência, deveríamos não esquecer que... HÁ MAIS!
É o tempo! Faz parte!
Por exemplo, na vigésima vez que o ingênuo e o inocente ouvem falar sobre “maracutaia”... ela já é aceita como parte do cotidiano.
E NÃO DEVEMOS ACEITAR! NUNCA!
Para aceitar o mundo atual é preciso “se adaptar”.
É preciso "se adaptar" para aceitar tanta coisa... nova!
E nos adaptamos a tudo sem perceber, pelas doses diárias das informações recebidas.
Imagine se estivessem aqui hoje os seus avós, bisas, trisas, tataras...
O que achariam do mundo atual?
- Além da natural indignação que teriam com a política nauseante, em razão de corrupção desmedida (e desumana, com os mais simples), onde os responsáveis pelo poder (Coitados!) tem visão só da medida de seus interesses pequenos, independente do tamanho do roubo
- além dos senhores da toga (que deveriam representar a Justiça) que permitem, na grande maioria das vezes, em se tratando de políticos e seus “aliados” e seus interesses (em todos os níveis), que a “Justiça destape um olho só”
- além da certeza (sem conseguir mostrar a eles) que os “responsáveis” pelos poderes (Coitados!) vão lamentar profundamente, quando descobrirem que... de tudo que conseguiram a custa do sofrimento humano, vão levar somente seus Atos
- além dos carnavais, onde, em breve, e certamente, deverá (deveria?) haver a restrição e a classificação como acontecimento... “Adulto”
- além de “realitis”. Mesma linha. Não merecem uma linha
- além das notícias com que a imprensa brinda os desavisados, diariamente, os programas “familiares” transformam assassinos e bandidos (entrevistados ao vivo no momento de seus crimes – “Entrevistados”?????) nos grandes “artistas” das tardes em muitos lares, o que, certamente acaba motivando outros... “artistas”... para que consigam a mesma ”fama” dos “famosos” entrevistados.
Assim... alguns outros alienados tem motivação extra, né não?

Pare o mundo que eu quero descer?
Não é preciso!
Se for a minha Estação... farei isso (Feliz!) com o mundo girando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário