O Bolsa-família é a junção de programas sociais criados por FHC e a Estabilização da Economia é OBRA DE ITAMAR E FHC.




Blogueiros Decentes

Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,

como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...

(Saint-Exupéry)



quarta-feira, 29 de junho de 2011

Penso, logo duvido!

A considerar como verdadeiras as imagens que tem sido apresentadas, do chapolim piorado, presidoente da Venezuela, junto com os presidementes da "Famíglia castrorleone", únicos proprietários da ilha paraíso particular de Cuba, a lógica faz acreditar que o "abcesso pélvico" do chapolim piorado bolivariano era, por certo, na sua "cloaca gargantal".
Afinal, desde que apareceu enganando o bobo venezuelano, digo, povo venezuelano, o "cara" não parou de exteriorizar suas "evacuações mentais" em dircurseiras, que embrulhavam o estomago dos seres pensantes que se arriscavam (ou eram obrigados) a ficar próximo.
O exemplo que temos da EX-querda cupanhera e da EX-querda bolivariana mostra o argumento máximo:
"Falar sempre"! E não importa o quê...!
Bobagens, irrealidades, mentiras, acusações injustas, abobrinhas, culto à personalidade e lembrar sempre ao bobo inculto, digo, povo inculto, a maravilha que é o socialismo e o comunismo, como se pode "constatar" no paraíso de Cuba, propriedade particular dos "castrorleones".
Nunca deixar de comparar, "comununcatesneçepraneta", a maravilhosa vida que os cubanos tem, nos 52 anos da "competente e humanitária democradura" dos "castrorleones" picaretas enganadores.
Sempre comparar a vida socialista maravilhosa, com a péssima vida "dus imperialista americanu", que vivem a Liberdade do horror nos congestionamentos em veículos com ar condicionado, aquecimento, GPSs, câmeras para a sua segurança, escolas de alto nível, informação, liberdade para viajar, para expressar opiniões sobre seus governantes, para criticar "maracutaias" (Que coisa horrível!).
Tem que falar sempre das "porcarias" das empresas privatizadas (que merda!). Nas empresas privatizadas o governo não pode elevar o nível de vida para chegar até os píncaros, como é o nível de vida do povo cubano.
Falar sempre que os discordantes são "bandidos comuns" e, como nada vai impedir "la vitória de la revolucion"... se precisar "justiciar os discordantes", isso será feito, como se fez no paraíso de Cuba, com mais de 100.000 assassinatos de "discordantes" em 52 anos de "progreso y felicitad".

Viva a lógica!
Se o presidoente e presidemente chapolim piorado da Venezuela "tá calado"...
Ou a cloaca gargantal tem problema ou imprimiram o "granma" (serve mesmo só para os ruminantes...) com datas posteriores!

E...
Para a alegria dos inteligentes...
a bactéria tá cumprindo seu papel!

domingo, 26 de junho de 2011

Verdade ou (MAIS UMA) maracutaia?

O presidoente chapolim piorado da Venezuela pode estar mesmo nos estertores, muito bom prá toda gente decente, honesta e digna da Venezuela e da América Latina e do Planeta.
Apesar de não merecer essa audiência toda... o "cara" é um dos maiores "milongueiros" da esquerda (Não o MAIOR, é claro! eheh) e os honestos, dignos e honrados calam e aceitam. Haja vista sua posição no seu país e nos países governados(?) pela "cupanherada".
Há, com certeza, o desejo de muita gente para que ele pare de encher o saco por aqui, com suas evacuações mentais e retorne à origem, no inferno.

Mas...
tá meio "esquisita" essa história...
De repente o presidemente chapolim piorado pode estar quieto, sacaneando o bobo venezuelano, digo, povo venezuelano, para retornar na imagem do "comandante herói bolivariano que retornou das cinzas e venceu a morte".

Isso, é claro, se o tal do "abcesso pélvico" da figura não necessitou de... extirpação.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Saúde Pública Perfeita na Cidade de São Paulo? Vamos investir é no "futibol"!!!

Antes de aprovar 420 milhões de reais (à princípio) para o "Itaquerão", os vereadores da Cidade de São Paulo deveriam tomar conhecimento de como estão os Postos de Saúde e Hospitais de Itaquera e de toda a periferia da Cidade.

Aprovar essa isenção de 420 milhões de reais
levará para a "conta cósmica" de cada um dos vereadores...
todas as mortes e todo o sofrimento das pessoas pobres e humildes que NÃO CONSEGUEM ATENDIMENTO MÉDICO DIGNO
levará para a "conta cósmica" de cada um dos vereadores...

todas as mortes e o sofrimento de todas as pessoas em razão da Insegurança e da marginalidade

E certamente terão o DESPREZO de todo paulistano honesto, digno e decente.

sábado, 18 de junho de 2011

“Acabar com a brincadeira”??? fifa... Fala Sério!!!!!

Há exatamente 1 ano veio ao Brasil um representante da fifa para excluir o Estádio do Morumbi da Copa de 2014, em retaliação absolutamente política (com certeza, essa copa vai emporcalhar ainda mais a imagem do Brasil no Planeta, na minha opinião e de muitos), mas esse cidadão da fifa (não guardei o nome por inexpressividade) afirmava que estava na hora de “acabar com a brincadeira”, em relação à escolha (JÁ DECIDIDA!) do Estádio do Morumbi, em São Paulo, para a abertura da Copa.

Quando a figura esteve por aqui e afirmou que São Paulo deveria “acabar com a brincadeira”, (descartando a , JÁ DECIDIDA, escolha do Estádio do Morumbi ) certamente seguiu orientação política, a ver com a posição do presidente da cbf que divergia do Clube dono do Morumbi.
Aliás, é o mesmo presidente da cbf que anda por ai na imprensa, junto com seus “pares” da fifa, acusado de pedir propinas para votar na escolha de novas sedes desse evento... e é o mesmo que tem conseguido se safar de CPIs, pela subida honra e elevadíssima idoneidade moral (que todos conhecemos) de muito prá-lamentar brasileiro.
Assim (há um ano), a fifa... essa mesma entidade que anda na imprensa acusada de algumas... bem... deixe prá lá... a fifa, aceitou a indicação do presidente da cbf e definiu o (terreno) “Itaquerão” para a abertura da Copa de 2014.

Hoje, um ano após, já há algum movimento de terraplenagem no (terreno) “Itaquerão” e mesmo com a possibilidade de uso do dinheiro público da Saúde, da Segurança e da Educação, não se tem garantia de que em 2014 haverá Estádio no (terreno) “Itaquerão”, especialmente com as normas que a fifa exige.
A “brincadeira”, de fazer uma reforma proporcionalmente pequena no Estádio do Morumbi, com investimento de 1/5 do que se pretende investir, por razões absolutamente políticas no (terreno) “Itaquerão”... “acabou”.
A “brincadeira acabou”, conforme palavras do inexpressivo (para mim) representante da fifa.

E o bobo brasileiro, digo, povo brasileiro, segue na expectativa da melhoria do saneamento básico, do atendimento digno nos postos de saúde e hospitais públicos, enquanto a fifa e a cbf e alguns governantes e alguns políticos e alguns dirigentes do esporte continuam “falando sério”... sem brincadeira.
fifa!
FALA SÉRIO!!!!!

Além da VERGONHA que o Brasil vai passar com essa copa e com os Jogos Olímpicos, por falta de estrutura e investimento responsável e sério... no futuro o bobo brasileiro, digo, o povo brasileiro vai lamentar profundamente o investimento feito em alguns elefantes brancos (que depois não servirão para mais nada, como se constata hoje na África) e vai lamentar muito mais pela ABSURDA falta de investimento na Saúde pública.

Na minha opinião essa “tchurma” deveria ir fazer copa na “Tonga da mironga”.
Não se pode esquecer que copa do mundo de futebol tem servido para justificar e maquiar “maracutaias” em alguns países e para fazer enriquecer ainda mais a fifa e uns tantos quantos, enquanto o povão vibra com o ufanista marketing patriota.
É nóis!
“...Prá frente Brasil... salve a seleção...”

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Excelente exemplo dos ITALIANOS, que deveria motivar todos os povos do Planeta

Para compensar os "battisti" da vida...
a Inteligência, Dignidade, Responsabilidade e Coragem do POVO ITALIANO.

Texto copiado do http://www.stum.com.br
:
Perdoem-me o tema, mas percebo que se trata de um fato que merece ser
comentado e que está no contexto de mudanças profundas de nossa sociedade globalizada.
Aconteceu algo poderoso, único e raríssimo, as emoções genuínas que brotaram dos italianos cansados de desmandos e desonestidade quebraram o sistema de poder, requalificaram toda a comunicação de massa bem como a atuação controladora de todos os partidos.
Sim, o mundo inteiro deveria se juntar na comemoração alegre daquele povo tão parecido com o brasileiro.

Foi suado... de maneira vergonhosa, tentaram enganar de todas as maneiras os eleitores, informando as datas erradas pela TV, imprimindo cédulas eleitorais que induziam ao engano (precisava escolher o SIM para dizer que não, não se queria mais as centrais nucleares, por exemplo), com os ministros pedindo para as pessoas não saírem de casa (lá o voto não é obrigatório e é preciso atingir o quorum da metade mais um dos que têm direito a voto), com a imperiosa mídia silenciando ou desinformando acerca do grande evento.

A cruzada para permitir a realização do plebiscito começou na Internet, e mais de um milhão de assinaturas foram conseguidas, garantindo assim a realização do pleito, tirando dos partidos políticos os louros pelo sucesso da iniciativa.
Havia três maiores temas a votar:
1) O que fazer com a energia nuclear
2) Permitir -ou não-, a privatização da água e dos recursos hídricos
3) Manter -ou não- a imunidade para os ministros e o chefe de Estado.
Temas absolutamente atuais em qualquer parte do mundo civilizado.

O segundo Renascimento
Sim, aconteceu algo que eu já não esperava mais. Voltamos -de repente-, a ter na Europa aquela Nação viva, empenhada, pujante, finalmente desperta.
O povo italiano acabou de despertar de um sono profundo, reencontrou sua força na unidade e na participação, saiu de casa para cumprir seu dever cívico e desferiu uma derrota humil hante, quase brutal ao governo e ao seu primeiro ministro Silvio Berlusconi, o homem mais rico da Itália, que sequer foi votar, desprezando desta forma a manifestação mais importante na democracia verdadeira:
a vontade suprema dos cidadãos, os quais, passando por cima de um parlamento inepto, afastado da realidade, -com seus representantes em sua maioria comprados-, garantiram a vitória do bom senso, da justiça, da sabedoria inata que habita em cada um de nós.
Deu quorum, com folga para validar o resultado e 95 % dos votos válidos acabaram de vez com o projeto de reativação das usinas nucleares, com o comércio monopolístico da água e com a imunidade do premiê, que deverá enfrentar sem demora os tribunais em um sem-número de processos de improbidade, de corrupção e até por instigar a prostituição juvenil, depois de 17 anos de vida política, muitos dos quais de poder quase absoluto.

É a velha e surrada história da semente: plantou vento? Colherá tempestade.
Mais um sinal peremptório... os cidadãos italianos demonstraram que de fato tudo dependia deles e colocaram em suas mãos o destino do País, reavivando e renovando a força da democracia.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Cirurgia, em Cuba, de transplante de massa encefálica que os presidementes tem dentro do cérebro

http://www.estadao.com.br
Após cirurgia, recuperação de Chávez em Cuba agita a Venezuela
Fora da Venezuela desde 6 de junho, Chávez enfureceu adversários que esperam destroná-lo em 2012

O presidoente chapolim piorado fez uma cirurgia em Cuba.

É bem possível que tenha tido uma descomunal diarréia e é necessário algum tempo para o presidoente venezuelno repor a massa encefálica (merda) que ele tem dentro do cérebro.
Com certeza usará um pouco da mesma massa encefálica que ex-fedel (ídolo orgásmico de uns tantos quantos na américa latrina) tem dentro do cérebro.

Mas fiquem tranquilos.
O cheiro é mais forte quando o cérebro está aberto...
o odor é suportável quando os cérebros desses seres abjetos estão fechados.

E tenham paciência os venezuelanos.

Para repor merda nessa envergadura... demora um pouco!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Exemplo dos espanhóis ao bobo brasileiro, digo, povo brasileiro...

http://noticias.terra.com.br
Após uma noite de protestos, mais de 2 mil manifestantes tentam impedir nesta quarta-feira a entrada dos deputados ao Parlamento regional da Catalunha, na Espanha, onde estão previstos debates sobre o orçamento da comunidade autônoma que devem incluir cortes de gastos públicos.
Os manifestantes, em meio a tensão, cercaram os acessos ao Parque da Ciutadella - onde se encontra o Parlamento regional - e protagonizaram confrontos com a Polícia, que teve de formar um corredor humano para permitir a entrada dos parlamentares.
Os deputados passam por esse corredor em meio a insultos e se protegendo de objetos lançados pelos manifestantes, que chegaram a jogar tinta em um parlamentar.

Parece óbvio que os parlamentares espanhóis estão anos à frente dos brasileiros nos quesitos "dignidade, decência, responsabilidade e honestidade", mas, mesmo assim, os espanhóis não aceitam mais as "maracutaias" e os gastos irresponsáveis do dinheiro público.
Coisa que a massa brasileira, amamentada pelas tetas inesgotáveis (AINDA) do governo populista, pouco se interessa e vai aceitando "calada e feliz" o enriquecimento absurdo e descomunalmente milagroso dos "Alquimistas Juramentados", que transformam merda em ouro num piscar de olhos.
A diferença é que os espanhóis aprenderam a não aceitar as "maracutaias" de parlamentares infinitamente mais dignos e honestos que muitos do sul do equador.
O que resta ao bobo brasileiro, digo, povo brasileiro "marcado e feliz"?
A "vida de gado"?

Quando é que os indignados brasileiros vão parar de aceitar a eleição de "palhaços" e "politicaretas"?

Ressalto que não é necessário "jogar objetos ou tinta" em muitos dessa "tchurma"...
Mesmo porque não há razão para macular os objetos e sujar a tinta!

Acorda bobo brasileiro, digo, povo brasileiro!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Viajando e ouvindo...

O pescador
Litoral de Santa Catarina, a praia quase deserta perto do final da manhã de junho, três ou quatro esportistas enfrentando o vento ainda frio...
Em um ponto de observação um pescador, que não aparenta fisicamente os 65 anos que já viveu, com lucidez inigualável (descubro com a conversa) de causar arrependimento aos que elegem muitos dos parlamentares que temos no Brasil.
Aliás, penso... “por quê”... ser humano tão simples, mas tão lúcido, tão digno e tão responsável não estava em Brasília representando o povo simples nem sempre tão... lúcido.
E a conclusão óbvia:
Há sabedoria em muitos que não conseguiram estudar...
Não há, apenas, a esperteza de alguns que não quiseram!

Enquanto me protejo do frio, bem agasalhado, presto mais atenção na figura, em seus pés descalços, que mais pareciam calçados, curtidos pela lida no frio, no calor e pela água do mar, pelo sal e areia ao longo de mais de 55 anos de trabalho.
Isso! De trabalho!
E não quer se aposentar!
55 anos de trabalho!
eheh... Lembro de Brasília...

Em meio ao papo sobre a vida, com a devida atenção, respeito e consideração à conversa, mas sem desviar os olhos do mar, atento ao movimento das tainhas (que este ano teimaram em não aparecer), confiante, mas pensando nos que tiram seu sustento da pesca, explica que os cardumes aparecem cada vez menores, com tainhas menores, porque o homem destrói a natureza e sempre há alterações no processo natural da desova.
Fala da vida e do trabalho com orgulho e noto o brilho no seu olhar e o tom de maior alegria e satisfação, quando fala dos filhos estudados.
Destaca o trabalho costumeiro nas boas condições do tempo e nas condições adversas.
De passagem... não lembro a razão, pois não vejo mais a seleção de futebol desde 1994, quando os brasileiros (indignados) assistiram pela TV, ao vivo, os acontecimentos do que ficou conhecido como o “Vôo da Muamba”. Não lembro a razão, repito, mas, de passagem, o assunto vai ao futebol e tenho agradável surpresa, mesmo com a maior simplicidade na expressão do pescador:
- Esses políticos vão enfiar mais de um “bilhão” de dinheiro para jogo de futebol...
mas, antes disso, deviam passar e ver os pobres que sofrem com a falta de atendimento nos postos de saúde e nos hospitais, aqui neste município e em todos os outros municípios do Estado... E do país!
Indignado, acrescenta
- E gastam mais de num sei quantos “bilhão” prá construir estádio que vai servir prá “o que” depois...?
Faz uma pausa e ainda mais enfático, sem exaltação (que fortalece seu argumento) continua
- Se os políticos fossem lá conhecer, mesmo, posto de saúde e hospital para (deveriam) atender o pobre, e como é a dor que sofre o pobre sem atendimento...
... ninguém, DE BOA CONSCIÊNCIA, faria mais nenhum estádio até que o pobre parasse de sofrer como sofre... e poderiam resolver outros problemas das pessoas humildes... e não roubavam tanto.

Minha homenagem ao pescador (Déca) de Santa Catarina e à todos os lúcidos, honestos e dignos “Décas”, nesse Brasil de brasileiros (cada vez mais) entorpecidos com a política, com o carnaval e com o futebol...