O Bolsa-família é a junção de programas sociais criados por FHC e a Estabilização da Economia é OBRA DE ITAMAR E FHC.




Blogueiros Decentes

Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,

como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...

(Saint-Exupéry)



quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Reprovações na 1a Instância, Notório Saber e Sentimento dos outros Magistrados

O Magistrado Toffoli, do STF, ao votar pela "inocência" do seu ex-"patrão", foi rápido... , mas para justificar o injustificável tem que ser assim.

Ou (na minha opinão) falta o Notório Saber Jurídico a esse Magistrado, para justificar sua posição e o seu voto pela inocência dos QUADRILHEIROS PETISTAS do MENSALÃO DO PT!
Aliás, PT, o partido que esse Magistrado representou, como Advogado!


Se o Magistrado É REPROVADO DUAS VEZES para Juiz de 1a Instância... e, APESAR DISSO, é guindado à SUPREMA CORTE do País por um presidente que se orgulha da sua Ignorância. E todos os seus mais próximos "companheiros' são suspeitos (AGORA CONDENADOS) da Maior Maracutaia política que se tem notícia em todos os tempos no Brasil...

Se o Magistrado É REPROVADO DUAS VEZES para Juiz de 1a Instância... e, APESAR DISSO, é aceito por um Congresso que se submeteu à pagamentos mensais pelo partido do presidente, o tal MENSALÃO DO PT, FORMADO PELOS QUADRILHEIROS, amigos mais próximos, na sala ao lado do presidente...
Partido, insisto, que o Magistrado REPRESENTOU, como advogado!

É muito (no mínimo) estranho, especialmente após aparecer a ponta do "Iceberg" do MENSALÃO DO PT.
Ou é muita incompetência ou descaso do Congresso com o povo brasileiro...
O Congresso (que deveria representar o povo brasileiro)... APROVOU para Ministro da MAIOR CORTE DO PAÍS, um Jurista QUE FOI REPROVADO DUAS VEZES PARA JUIZ DE 1a INSTÂNCIA?


Teria esse Magistrado, REPROVADO DUAS VEZES para Juiz de 1a Instância... o tal... "NOTÓRIO SABER"... para fundamentar o "infundamentável", na DEFESA que fez, junto com o Magistrado Lewandovski, do seu ex-patrão?

Imagino, sim, é o sentimento dos outros Magistrados, que possuem NOTÓRIO SABER, ao dividir o mesmo Plenário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário