O Bolsa-família é a junção de programas sociais criados por FHC e a Estabilização da Economia é OBRA DE ITAMAR E FHC.




Blogueiros Decentes

Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,

como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...

(Saint-Exupéry)



quinta-feira, 13 de junho de 2013

Eu "enchendo o seu saco"...?

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, pela INCOMPETÊNCIA plena, total e absoluta da EX-querda, que em 10 anos de governo(?) COM realizações SOMENTE "DE GARGANTA", não consegue mostrar UMA...  UUUMMMAAAA Obra que seja, que tenha sido EFETIVAMENTE benéfica para o Brasil e para os brasileiros... UUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMAAAAAAA!!!! .

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, pela Corrupção desmedida, insuperável e inesgotável nos últimos 10 anos.

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, também pela plena, total e absoluta falta de escrúpulos de membros dos TRÊS PODERES da República, que deveriam dar exemplo de Responsabilidade, Honestidade, Honra e Decência 

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação e com as manifestações por não aceitar a Maracutaia, a picaretagem, a safadeza e a imensa e absurdo roubalheira que se instalou no Brasil, MUITÍSSIMO POTENCIALIZADA nos últimos 10 anos,

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, em razão dos argumentos, absolutamente ENERGUMENTÁVEIS, de membros dos TRÊS PODERES da República, na tentativa de "justificar" MENSALÕES e "aloprações"

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, por constatar a PEQUENEZ liliputiana da grande(???) "imprensa" brasileira (RARÍSSIMAS CUMPREM SEU PAPEL), transformada em apêndice (ligada ao intestino?) de figuras que pregam a Maracutaia e a ENGANAÇÃO como prática do dia a dia.
Na tal da grande(???) “imprensa”... cada vez mais no Brasil, há o banquete apropriado ao paladar mais apurado de hienas que praticam e se refestelam com a podridão no seu cotidiano, com um riso cruel e debochado mesmo com a Desgraça na Saúde e na Segurança e na Educação do Brasil e do povo brasileiro,. 

Peço desculpas...
se estou "enchendo o seu saco" com a minha indignação, mas imagino (tenho quase certeza)  que o País precisará, no mínimo, de UMA DÉCADA DE COMPETÊNCIA, DIGNIDADE, HONRA E DECÊNCIA, para se recuperar do estrago e da destruição, que deixará a NUVEM DE GAFANHOTOS PREDADORES dos cofres públicos, DESTRUIDORES também da Moral e da Decência.

Quero dizer a você, a quem posso estar "enchendo o saco", que não luto por você, pois sei do seu esclarecimento, honestidade e dedicação à Família e ao trabalho.
Minha luta, na verdade, é pelo Brasil da próxima década... Quem viver, verá!

Minha luta é contra as ideias de "jerico" (e de "jerica", é claro. Afinal, algum imbecil pode ler isto e... reclamar pela "discriminação") “ensinadas” para  crianças e para os jovens, desde o estímulo E IMPOSIÇÃO à compreensão precoce da sexualidade e das opções sexuais de adultos (muitas vezes sem o devido equilíbrio), muito agravadas, é óbvio, porque crianças não conseguem compreender sequer o seu mundo da fantasia de heróis, príncipes, princesas e dos seus amigos... “imaginários”(?).

Minha luta é pela EDUCAÇÃO e pelo DISCERNIMENTO do brasileiro inculto e humilde, do sertão dos lugares mais distantes, ENGANADO, MALTRATADO E TORNADO CATIVO por uns “pichulés”, em troca de voto.
Assim, esse brasileiro inculto e humilde, com sua boa-fé (?) muitas vezes e a “ingênua malandragem”, também, ACEITA QUE ENGANADORES o ajudem a cavar um buraco profundo de dificuldades e sacrifícios no futuro, em relação à si e à própria família.
Afinal... NÃO EXISTE A POSSIBILIDADE, EM NENHUM PAÍS DO PLANETA, da metade da população sustentar, com seu trabalho e esforço, a “boa vida” (ainda que por “pichulés”) da outra metade ENGANADA por gente sem escrúpulo!

Não lamento e vou continuar... “enchendo o seu saco”.
Meu lamento é, na verdade,
SE VOCÊ... NÃO “ENCHER O SACO” DE NINGUÉM!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário